Órgão vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente  
topo
  Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - RS   




 

 





Agendamento de Atendimento

Agendamento de Atendimento

Balneabilidade 2017-18

Zoneamento Ecológico-Econômico







LITORAL MÉDIO

O Litoral Médio do RS compreende áreas de entorno da Laguna dos Patos, verificando-se importantes diferenças ambientais e sócio-econômicas entre a porção a leste e a porção a oeste da Laguna. Assim sendo, é geralmente adotada esta subdivisão como critério de estudo e de planejamento desta região.

A Laguna dos Patos, a maior do mundo com 10.145 km², apresenta profundidade média de 5 metros, com extensão de 250 km. Este corpo d’água condiciona a presença de dois grandes subsistemas, a Restinga Litorânea e a Restinga Lagunar, que ao sul estão interconectados pelo subsistema estuarino transicional, representados por marismas e dunas vivas.

Embora de gênese semelhante , estes dois subsistemas tem idades diferentes e portanto encontram-se em estágios diferenciados. O reconhecimento destas diferenças é importante no planejamento do desenvolvimento da região, uma vez que elas se refletem em diferenças na sua organização estrutural , funcional e na sua capacidade de recuperação ambiental, requerendo, portanto, níveis diferenciados de manejo.

 

LITORAL MÉDIO OESTE

Superfície: 16.764km²

Extensão: 340 km da costa

Municípios:

Tapes**
Sentinela do Sul**
Cerro Grande do Sul**
Camaquã
Barra do Ribeiro*
Arambaré
Cristal
São Lourenço do Sul
Pelotas
Morro Redondo
Pedro Osório***
Arroio Grande***
Capão do Leão
Chuvisca
Turuçu
Cerrito**
Rio Grande
Arroio do Padre

 


*Município parcialmente dentro da área do GERCO com sede municipal fora.
** Municípios parcialmente dentro da área do GERCO com a sede municipal incluída.
*** Municípios totalmente dentro da área do GERCO, com área em 2 setores

  Voltar para Regiões Hidrográficas

Este setor apresenta uma grande heterogeneidade espacial, distribuído em nove unidades naturais: planície alta, planície média, planície baixa, matas nativas, banhados de água doce permanentes, lagoas interiores, dunas obliteradas, dunas vivas e mantos de aspersão eólica.

Na região mais próxima ao estuário da Laguna dos Patos destaca-se a presença de ecossistemas denominados de marismas, que são equivalentes ecológicos aos manguezais. Constituem-se em comunidades herbáceas localizadas em áreas úmidas com influência marinha direta, com representantes de plantas originárias dos trópicos e de zonas temperadas frias, caracterizando esta região como de transição.

A ocupação humana nesse subsistema é mais intensiva, com a presença de cidades e das principais atividades econômicas da região, agricultura, pecuária e boa parte dos florestamentos. Destaca-se a presença de Pelotas e Rio Grande , cidades pólo na região, onde existe grande influência do uso industrial e os significativos impactos gerados pelo Superporto.

Amaral Ferrador
5.740
505,94
0,75
3,79
Arambaré
3.917
516,67
100
516,67
Arroio do Padre *
2.563
125,34
100
125,34
Arroio Grande
19.152
2.542,96
5,43
138,08
Barra do Ribeiro
11.845
738,35
4,77
35,22
Camaquã
60.383
1.680,66
99,72
1.675,95
Canguçu
51.447
3.517,09
0,87
30,60
Capão do Leão
23.718
783,22
100
783,22
Cerrito
6.925
461,14
73,68
339,77
Cerro Grande do Sul
8.273
323,77
72,81
235,74
Chuvisca
4.502
213,84
92,95
198,76
Cristal
6.632
681,09
96,26
655,62
Dom Feliciano
13.297
1.261,16
1,95
24,59
Morro Redondo
5.998
246,81
100
246,81
Pedro Osório
8.107
598,06
17,50
104,66
Pelotas
320.595
1.520,58
100
1.520,58
Piratini
19.414
3.403,91
0,29
9,87
Rio Grande
186.544
2.833
31,81
901,18
São Jerônimo
20.283
968,54
0,03
0,29
São Lourenço do Sul
43.691
2.025,56
100
2.025,56
Sentinela do Sul
4.892
281,99
68,54
193,28
Tapes
16.291
813,81
82,73
673,27
Turuçu
3.710
285,73
100
285,73
TOTAIS
847.919
26.329,22
10.724,58

Fonte dos dados: Área total (Secretaria da Agricultura e Abastecimento, 2002); População Total (IBGE, 2002); Percentual de área na bacia (GEOFEPAM, 2002); obs.: o cálculo da população de cada município, na bacia, foi estimado pelo DRH/SEMA, levando-se em conta a localização da sede municipal; (*) município emancipado após 2000.

 

LITORAL MÉDIO LESTE

Superfície: 11.836 km²

Extensão: 270 km da costa

Municípios:

Palmares do Sul
Viamão*
Mostardas
Tavares
São José do Norte
Capivari do Sul

*Município parcialmente dentro da área do GERCO com sede municipal fora.

Este setor é bastante recente, tendo sua origem a partir do último evento transgressivo- regressivo, a aproximadamente 7.000 anos atrás. Deste modo, os solos não se encontram ainda estruturados e a produção primária é muito restrita. As maiores lagoas – Lagoa do Peixe e do Estreito, apresentam alta produção de detritos que é eventualmente exportada para o Oceano durante o inverno e a primavera. Nestas estações do ano, o nível d’água das lagoas encontra-se alto, rompendo em alguns locais a barreira arenosa que as separam do Oceano, formando os “sangradouros” que aportam os detritos acumulados. As maiores concentrações de aves costeiras normalmente estão associadas à presença desses sangradouros.

Este subsistema corresponde a aproximadamente 1/4 do ecossistema total, predominando as dunas costeiras e ocorrendo no restante da área apenas quatro unidades naturais , constituídas pelas dunas obliteradas, banhados permanentes, banhados temporários e lagoas costeiras recentes. Apesar da baixa heterogeneidade espacial, a biodiversidade é relativamente alta, devido à presença do sistema marinho adjacente que sustenta uma comunidade de praia abundante e diversificada. É nesse subsistema que se encontra o Parque Nacional da Lagoa do Peixe integrante da Rede Hemisférica de Reservas de Aves Praieiras e da Rede de Reserva da Biosfera, pela sua importância ambiental. Os processos mais importantes são o transporte de nutriente das lagoas para o oceano, estocagem e fluxo bidirecional de sedimentos oceano/dunas, produção secundária (estocagem de genes) e regulação hidrológica devido aos banhados marginais. As comunidades silvestres são características de ambientes marinhos e límnicos costeiros.

A atividade econômica é incipiente, mas localmente importante, resumindo-se a pecuária extensiva, reflorestamento com espécies exóticas, rizicultura e pesca de peixe e camarão principalmente pela comunidade de Tavares. É nesse setor que se verifica a principal atividade de lazer para a comunidade local, que é o veraneio nos rústicos balneários locais.

Balneário Pinhal
7.452
106,18
1,67%
1,77
Capivari do Sul
3.107
412,75
97,29%
401,56
Mostardas
11.658
1.938,34
100,00%
1.938,34
Osório
36.131
669,99
0,05%
0,33
Palmares do Sul
10.854
928,91
99,92%
928,17
Santo Antônio da Patrulha
37.035
1.067,35
10,07%
107,48
São José do Norte
23.796
1.133,72
100,00%
1.133,72
Tavares
5.342
651,21
100,00%
651,21
Viamão
227.429
1.491,48
53,46%
797,35
TOTAIS
362.804
8.399,93
5.959,94

Fonte dos dados: Área total (Secretaria da Agricultura e Abastecimento, 2002); População Total (IBGE, 2002); Percentual de área na bacia (GEOFEPAM, 2002); obs.: o cálculo da população de cada município, na bacia, foi estimado pelo DRH/SEMA, levando-se em conta a localização da sede municipal; (*) município emancipado após 2000.


Fonte:

Relatório Anual de Recursos Hídricos no RS
DRH – SEMA

Diretrizes Ambientais para o Desenvolvimento dos Municípios do Litoral Norte
GERCO – FEPAM

Consolidação e Complementação de Diagnóstico Ambiental – Controle de Atividades Poluidoras em porção do Litoral Sul do RS
FEPAM – PROFILL 2003

Estudo de Impacto Ambiental da Rodovia BR 101/RS – Trecho Tavares – São José do Norte Diagnóstico Ambiental
DNER – FURG – HAR Engenharia e Meio Ambiente Ltda.

Links relacionados:
www.sema.rs.gov.br
www.rbma.org.br

 

 


FEPAM - Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler
Proteja o Meio Ambiente. Você também é parte dele.
Av. Borges de Medeiros 261 – 90020-021 - Porto Alegre – RS
Central de Atendimento: 3288.9444 – 3288.9544 – 3288.9451
2002 - 2017 © Copyright - Todos os direitos reservados.