Órgão vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente  
  Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - RS   




 

 

 

 


Projeto Balneabilidade 2013/2014





PROJETO MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA - PNMA II

O Programa Nacional do Meio Ambiente ? PNMA II, no âmbito do seu Componente Desenvolvimento Institucional, apresenta como um de seus sub-componentes o Monitoramento da Qualidade da Água como um de seus sub-componentes, visando desenvolver e aprimorar no âmbito dos órgãos estaduais de meio ambiente e de recursos hídricos do País, o monitoramento da qualidade da água como subsídio às políticas de proteção ambiental e à tomada de decisão quanto a ações de gestão ambiental.

Neste contexto, em 2002, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM) e o Departamento de Recursos Hídricos do Estado (DRH/SEMA), iniciaram a execução do Projeto ?Monitoramento da Qualidade das Águas na Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo, Santa Rosa e Santo Cristo, Região Hidrográfica do Uruguai/RS, como subsídio à gestão de recursos hídricos e ao controle ambiental?. Por meio deste projeto, foi possível a articulação entre algumas iniciativas de gestão ambiental integradas, as quais inseriam-se nas ações em desenvolvimento na Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA). Dentre estas iniciativas destacam-se especialmente duas, a primeira, relacionada à integração com outro Componente do PNMAII (Gestão Integrada de Ativos Ambientais), com projeto em execução na mesma área de estudo (U30), com foco no gerenciamento ambiental da atividade suinícola e na melhoria da qualidade da água nas bacias de intervenção do referido projeto. A segunda dessas iniciativas, relaciona-se ao processo de desenvolvimento do plano de bacia, o qual é coordenado pelo DRH, com apoio da FEPAM e o envolvimento do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo, Santa Rosa e Santo Cristo, para o qual a etapa de diagnóstico desenvolvida neste projeto fornece elementos fundamentais para definição quanto ao futuro dos recursos hídricos dessa bacia. Dessa forma puderam ser potencializados os recursos investidos pelo Estado e pela União na formulação das bases para a gestão ambiental na região do projeto.

O objetivo geral deste Projeto é a implantação e operação de uma rede básica de monitoramento da qualidade da água superficial e do monitoramento sistemático da qualidade da água subterrânea na Bacia Hidrográfica dos rios Turvo, Santa Rosa e Santo Cristo (U30), contemplando as seguintes metas e respectivos produtos gerados:

Metas
Produtos
1 - Conhecer os meios natural e sócio-econômico da Bacia por meio do levantamento e compilação de informações disponíveis Relatório I - Diagnóstico Aspectos Físicos, Bióticos e Antrópicos
Relatório II - Disponibilidade Hídrica
Relatório III - Demandas Hídricas
Relatório IV - Dinâmica Social
Relatório Final - Síntese
Relatório Final - Marco Zero da Qualidade da Água - Suinocultura
2 - Planejar e estruturar a Rede de Monitoramento da Qualidade da Água Superficial e definir um conjunto de pontos de monitoramento da qualidade da água subterrânea Relatório de definição de pontos de amostragem de água superficial
Relatório de definição dos parâmetros de análise da rede de água superficial
Relatório de definição do conjunto de pontos de amostragem de água subterrânea e parâmetros de qualidade de água subterrânea
Relatório de Levantamento e Estruturação dos Laboratórios e Capacitação das Equipes Técnicas
Relatorio de redefinicao do Marco Zero Lajeado Erval Novo
Relatorio de determinação do Índice de Qualidade das Águas para a Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo, Santa Rosa e Santo Cristo
3 - Monitorar a qualidade das águas superficiais e subterrâneas Relatório de Avaliação preliminar da qualidade da água na bacia de estudo
Relatorio de Monitoramento quali-quantitativo de águas superficiais em propriedades suinícolas da bacia do Lajeado Erval Novo
Relatorio de Monitoramento da Qualidade das Águas Subterrâneas da Bacia U30
Relatório Desenvolvimento de Índice de Integridade Biótica dos arroios Lajeado Grande e Lajeado Erval Novo utilizando a Ictiofauna como organismos indicadores (definição das estações amostrais)
Relatório Final Desenvolvimento de Índice de Integridade Biótica dos arroios Lajeado Grande e Lajeado Erval Novo utilizando a Ictiofauna como organismos indicadores
Relatório Estimativa de Cargas Poluentes na Bacia U30 e anexo
4 - Divulgar as informações geradas no monitoramento da qualidade das águas As informações geradas no projeto foram organizadas em relatórios/por metas, folders e em artigos técnicos a seguir disponibilizados:
Análise multivariada para determinação de IQA
Avaliação de cargas diferenciais
Marco zero da qualidade da água
Monitoramento dedicado à suinocultura
Avaliação de sedimentos e macroinvertebrados bentônicos
Vulnerabilidade natural e risco de contaminação pela suinocultura
5 - Realizar oficinas de trabalho de integração de atores envolvidos no processo de gestão de recursos hídricos e de controle ambiental da bacia hidrográfica em estudo As atividades relacionadas com esta meta foram iniciadas em agosto de 2006, sendo realizadas reuniões e seminários de capacitação com o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo -Santa Rosa- Santo Cristo (U030) para iniciar o processo de enquadramento dos recursos hídricos da referida unidade de planejamento e gestão(U030)

A rede básica de monitoramento da qualidade da água superficial e a malha de monitoramento sistemático da água subterrânea implantadas na bacia U30, por meio desse projeto, são mostradas nos mapas seguintes. Nestes mapas podem ser acessadas informações sobre as estações de amostragem e os dados de qualidade da água, referentes às campanhas realizadas, clicando-se sobre os pontos de monitoramento identificados nos mesmos. As estações de amostragem de água superficial estão identificadas por códigos com a seguinte lógica: as letras referem-se as iniciais do nome do rio onde está implantada a estação, e os números que seguem as letras referem-se à distância da estação de amostragem (em km) até a foz no rio Uruguai. Por exemplo, a estação SC22,4 está localizada no rio Santo Cristo a 22,4 km de sua foz no rio Uruguai. Os poços de monitoramento de águas subterrâneas são identificados como segue:

 
 
 
 
Rede Básica de Monitoramento da Qualidade da Água Superficial
 
 
 
Monitoramento Sistemático da Qualidade da Água Subterrânea
 

        
FEPAM - Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler
Proteja o Meio Ambiente. Você também é parte dele.
Av. Borges de Medeiros 261 – 90020-021 - Porto Alegre – RS
Central de Atendimento: 3288.9444 – 3288.9544 – 3288.9451
2002 - 2014 © Copyright - Todos os direitos reservados.