Órgão vinculado à Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável  
Fepam
    Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler - RS   




 

 





Agendamento de Atendimento

Agendamento de Atendimento

Balneabilidade 2016-17

Diretrizes para Licenciamento de Hidrelétricas (CGHs e PCHs)

Zoneamento Ecológico-Econômico






QUALIDADE AMBIENTAL

REGIÃO HIDROGRÁFICA DO GUAÍBA


POLUENTES - FONTES E EFEITOS

Poluente Características Principais Fontes Antropogênicas Principais Fontes Naturais
Partículas Totais em Suspensão (PTS) Partículas de material sólido ou líquido que ficam suspensos no ar, na forma de poeira, neblina, aerossol, fumaça, fuligem, etc.
Tamanho < 100 micra
Processos industriais, veículos automotores (exaustão), poeira de rua ressuspensa, queima de biomassa. Pólen, aerossol marinho e solo.
Partículas Inaláveis(PM10) Partículas de material sólido ou líquido que ficam suspensos no ar, na forma de poeira, neblina, aerossol, fumaça, fuligem, etc.
Tamanho < 10 micra
Processos de combustão (indústrias e veículos automotores), aerossol secundário (formado na atmosfera). Pólen, aerossol marinho e solo.
Dióxido de Enxofre (SO2) Gás incolor, com forte odor, altamente solúvel. Na presença de vapor d'água pode ser transformado a SO3 passando rapidamente a H2SO4, sendo um dos principais constituintes da chuva ácida. É um importante precursor dos sulfatos, um dos principais componentes das partículas inaláveis. No verão, através dos processos fotoquímicos, as reações do SO2 são mais rápidas. Combustão de combustíveis fósseis (carvão), queima de óleo combustível, refinaria de petróleo, veículos a diesel. Vulcões, emissões de reações biológicas.
Óxidos de Nitrogênio (NOx) Podem levar a formação de HNO3, nitratos e compostos orgânicos tóxicos. Processos de combustão envolvendo veículos automotores, industrias, usinas termoelétricas (óleo, gás, carvão) e incineração. Processos biológicos no solo e relâmpagos.
Monóxido de Carbono (CO) Gás incolor, inodoro e insípido. Combustão incompleta em geral, principalmente em veículos automotores. Queimadas e reações fotoquímicas.
Ozônio (O3) Gás incolor, inodoro nas concentrações ambientais e o principal componente da névoa fotoquímica mais conhecido como smog. Composto muito ativo quimicamente. Não é emitido diretamente à atmosfera, sendo produzido fotoquimicamente pela radiação solar sobre os NOx e compostos orgânicos voláteis (VOCs).  

Poluente Efeitos sobre a Saúde Efeitos Gerais ao Meio Ambiente
Partículas Totais em Suspensão (PTS) Causam efeitos significativos em pessoas com doenças pulmonares, como asma e bronquite. Danos a vegetação, redução da visibilidade e contaminação do solo.
Partículas Inaláveis(PM10) Aumento de atendimentos hospitalares e mortes prematuras. Insuficiências respiratórias pela deposição deste poluente nos pulmões. Danos a vegetação, redução da visibilidade e contaminação do solo.
Dióxido de Enxofre (SO2) Desconforto na respiração, doenças respiratórias, agravamento de doenças respiratórias e cardiovasculares já existentes. Pessoas com asma, doenças crônicas de coração e pulmão são mais sensíveis ao SO2. Irritação ocular. Pode levar a formação de chuva ácida, causar corrosão aos materiais e danos à vegetação.
Óxidos de Nitrogênio (NOx) Aumento da sensibilidade à asma e à bronquite. Pode levar à formação de chuva ácida, danos a vegetação.
Monóxido de Carbono (CO) Causa efeito danoso no sistema nervoso central, com perda de consciência e visão. Exposições mais curtas podem também provocar dores de cabeça e tonturas.  
Ozônio (O3) Irritação nos olhos e vias respiratórias, diminuição da capacidade pulmonar. Exposição a altas concentrações pode resultar em sensações de aperto no peito, tosse e chiado na respiração. O O3 tem sido associado ao aumento de admissões hospitalares. Danos às colheitas, à vegetação natural, plantações agrícolas; plantas ornamentais. Pode danificar materiais devido ao seu alto poder oxidante.



FEPAM - Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler
Proteja o Meio Ambiente. Você também é parte dele.
Av. Borges de Medeiros 261 – 90020-021 - Porto Alegre – RS
Central de Atendimento: 3288.9444 – 3288.9544 – 3288.9451
Horário da Central de Atendimento: 09:00-12:00 / 14:00-17:00
2002 - 2017 © Copyright - Todos os direitos reservados.